quinta-feira, 5 de maio de 2011


Cabelo: hidratação rápida

Seus cabelos estão dando sinal de cansaço e você não tem tempo (ou dinheiro!) para ir ao salão de beleza? Não se desespere, é possível resolver o bad hair day sem sair de casa com uma poderosa hidratação. Comprando o produto certo, o resultado não fica tão aquém do obtido com a ajuda de um profissional. 

Além da praticidade, o baixo custo do procedimento caseiro é animador: dependendo do cosmético, não se gasta mais que R$ 10, ao passo que no salão de beleza a hidratação pode custar de R$ 60 a R$ 500. Alie economia, eficiência e praticidade e... mãos à obra!

Escolha o produto 
O primeiro passo é escolher o produto. Deixe a preguiça de lado e faça um "tour" pelas farmácias e supermercados. Não se esqueça de pegar dicas com as amigas, podem ser bastante valiosas. Os cosméticos se apresentam de várias formas - máscara, creme de tratamento, creme hidratante, mas a função é uma só: devolver os nutrientes aos fios, deixando-os mais maleáveis, sedosos e brilhantes, ou seja, dando nova vida. Os preços são diversos: de R$ 3 a R$ 75, às vezes mais.

Para Solange Peixoto, consultora técnica da Embelleze, as mulheres estão buscando, cada vez mais, fazer a hidratação capilar em casa. "Com a vida corrida, é uma tendência. E o mercado está acompanhando essas transformações. Hoje é possível encontrar uma variedade enorme de cremes de tratamentos que proporcionam brilho, maciez e vida aos cabelos. Tudo isso com praticidade", diz. 

Como dica, a especialista sugere os produtos com broto de bambu. "Essa matéria-prima é conhecida há milênios na cultura oriental como um alimento altamente nutritivo, pois possui diversos aminoácidos, minerais e vitaminas A, B e C", justifica. 

Funciona mesmo?

Todo mundo fica mais seguro nas mãos de um profissional, não é mesmo? Mas quando o assunto éhidratação não precisa ter medo. A cabeleireira do salão Mais Bonita, de Niterói, Lígia Cabral, tranquiliza: "O efeito do tratamento feito em casa pode ficar bem parecido com o realizado no salão. Mas para isso a pessoa deve ter paciência e saber manusear o produto, principalmente, ao aplicar nas mechas. Um erro comum, por exemplo, é aplicar o produto com os cabelos muito molhados".

É fundamental ler com atenção as recomendações da embalagem, respeitando o modo de usar, o tempo de ação e a frequência de uso. Alguns cosméticos têm o diferencial de potencializar os efeitos da hidratação em poucos minutos, dispensando, inclusive, o uso de toucas térmicas, o que torna o procedimento ainda mais simples. Normalmente, esse tipo de produto é chamado de máscara. Outra dica bacana é escolher um creme que possa ser usado depois, no dia a dia, como condicionador. Assim o seu dinheiro rende mais, certo?

Quem pode

Embora os cabelos ressecados sejam o principal alvo da hidratação, nesse ponto não existe consenso entre os especialistas. Para Lígia, pessoas com couro cabeludo muito oleoso devem ter cuidado e fazer um tratamento bem específico. Já Solange afirma: "Todos os tipos de cabelos devem se submeter a hidratações, até os considerados extremamente oleosos. A oleosidade está concentrada na raiz e não no restante do fio". Cláudio também acredita na democratização, mas pondera que é preciso dar mais atenção aos danificados pelo sol, piscina, praia, poluição: "Os menos detonados podem se privar um pouco desse procedimento."

Quanto às matérias-primas do momento, os cabeleireiros indicam óleo de argan, queratina, aloe vera, jaborandi (exceto para os oleosos) e quinoa. "Os étnicos normalmente precisam de queratina. Se for um cabelo que já nasce ressecado, é necessário repor o aminoácido", ensina Cláudio, do Éclat: "Os fios étnicos devem ser hidratados toda semana, pelo menos durante um mês inteiro. Depois, o intervalo pode ser quinzenal. Essa periodicidade serve também para os enrolados, que costumam ressecar mais facilmente. Já os lisos pode se submeter ao tratamento apenas uma vez por mês."

Fazendo a coisa certa

Escolhido o produto de sua preferência, é hora de botar a mão na massa. Dica número 1: tenha paciência para manusear o creme, principalmente, ao aplicar nas mechas. Portanto, se estiver com pressa, desista. Importante não iniciar com os fios muito molhados. Separe os cabelos em mechas e aplique o produto em cada uma delas, massageando durante dois ou três minutos, da raiz às pontas. Muitos cabeleireiros dizem que a massagem bem feita é o segredo da boa hidratação. 

Feito isso, prenda todo o cabelo em um coque e, dependendo da recomendação da embalagem, ponha uma touca de alumínio (custa menos de R$ 5 em lojas do ramo) por pelo menos meia hora a 40 minutos. Enxague com bastante água fria, que ajuda a fechar as escamas e proporciona mais brilho. Tire o excesso de água com uma toalha, penteie e deixe secar naturalmente. Se você fizer uma escova verá que o efeito da hidratação fica ainda mais nítido. 
2

2 comentários:

Nem o chapolin disse...

Adorei as dicas,Hidratação é uma das coisas mais fundamentais para ter um cabelo bonito e saudável.

Tem um selo pra você no meu blog, da uma olhada lá !
http://nemochapolinajudara.blogspot.com/

Maryanne Simplício disse...

Oi, você ganhou um selinho, confere aqui: http://marysimplicio.blogspot.com/2011/05/1-selo.html